Descubra quando seu freio dá sinais de desgaste e quais cuidados tomar

22/02/2019 Sistema de Freios
Descubra-quando-seu-freio-dá-sinais-de-desgaste-e-quais-cuidados-tomar

O freio protege a sua vida no trânsito. A importância do sistema de frenagem, composto por pinça, disco, tambor, servo freio, cilindro mestre e de rodas, pastilha, lonas e tubulação é simples. Contudo, a mais importante dentro do carro.

Responsável por paralisar as rodas, imobilizando o veículo por meio do atrito entre o pneu e o solo, o freio costuma dar sinais claros de desgaste e necessidade de troca.

Entretanto, você sabe identificar esses sinais? E como evitar um desgaste acelerado, que exija trocas com maior frequência que o indicado?

Por isso, nós reunimos algumas dicas para prevenir e identificar problemas com seus freios.

Dessa forma, é possível manter em segurança tanto a sua vida quanto a de quem anda com você!

Barulho nunca é bom sinal

Ruídos são o primeiro indicativo que algo anda errado e o conceito se aplica ao sistema de freios.

Barulhos indicam principalmente desgaste das pastilhas. Mantê-las por muito tempo rodando com sua qualidade reduzida diminui a vida útil dos discos de freio.

Mas atenção! Sujeiras também causam ruídos.

Se o seu freio começar a apitar após você encarar uma chuva, pode ser sinal que pontos de alagamento tenham sujado as peças.

Trepidação preocupa

Pisar no freio e sentir o pedal trepidar é um sinal amarelo. É uma advertência de que existe algo errado no seu sistema de frenagem.

Essa instabilidade indica que seus discos de freio podem estar empenados ou prestes a empenar.

Caso você sinta o pedal mais duro quando acionado, pode estar ocorrendo um vazamento no diafragma do servo-freio.

Sendo assim, vale uma visita ao mecânico por prevenção.

Nem direita, nem esquerda

Se o seu carro puxa para um lado quando os freios são acionados, temos aí um sinal de desequilíbrio no sistema de frenagem.

Ao contrário do pessoal no grupo de WhatsApp, seu carro não deve ir nem para a esquerda nem para a direita quando você tenta fazê-lo parar.

Caso o veículo force para um dos lados, você tem um claro sinal que o sistema está desregulado. Portanto, o freio de uma das rodas está atuando com menor intensidade que o de outra.

Pisar fundo é mau sinal para o freio

O pedal de freios ter que ser acionado até o final é um péssimo sinal!

Indicamos que, nesses casos, você corra (mas não muito, pois seus freios estão em mau estado) para uma oficina e faça manutenção no sistema de frenagem.

Três problemas resultam nesse sinal: os componentes do freio estão muito desgastados, o freio traseiro pode estar desregulado e no pior dos casos, seu fluido de freio está vazando.

Atenção ao painel

Se a luz do sistema de freios acender no painel, a luz de alerta deve se acender em você.

O sinal mais claro de que algo não vai bem no seu carro indica falta de fluido de freios, desgaste limite das pastilhas ou, em casos extremos, algum vazamento.

Dessa forma, nossa indicação é que você vá a uma oficina realizar uma inspeção. Isto evita aquela famosa troca de óleo no próprio posto. Pois, em caso de realmente ter um vazamento, ele seria mascarado num primeiro momento enquanto sua causa aumentaria de tamanho com o uso contínuo.

No cotidiano, evite freadas bruscas! Lembre-se de sempre descer ladeiras engrenado. Substituir o óleo de freio a cada 20 mil quilômetros.

Estas são medidas que prolongam a vida útil do seu sistema de freios.

No entanto, em caso de necessidade de troca, lembre-se de procurar o melhor serviço: sua vida não vale nenhuma economia!

Inscreva-se e Receba Conteúdos Exclusivos!